11.7.17

Calena

Sinto e sei que quanto mais perto estamos de alguém, menos falamos pra esse alguém todas as coisas bonitas que seria tão bom expressar para ele. Às vezes, me dizem que sou boa com as palavras, mas isso não é verdade. Eu sou boa com o texto escrito e seguro, tudo entre mim e uma página em branco. Não sou boa em falar. Nas incertezas e no turbilhão de sensações de olho no olho e toques. A língua sempre fica presa, toda frase bonita se perde e eu sempre engasgo.

Sou uma grande contradição ambulante e passo as impressões erradas. Tenho um blog demasiadamente pessoal, uso o Twitter muitas vezes sem filtro nenhum, e me "exponho" na internet, mas isso é meio que uma mentira. Gosto de guardar muita coisa, porque contar vai estragar tudo, porque eu preciso proteger, porque eu sou doida. E faço isso o tempo todo com meu namoro.

Então, Felipe (meu mozão), este post é pra você, sobre você, eu e a gente.

"I don't quite know
How to say
How I feel

Those three words
Are said too much
They're not enough" 

"Eu não sei bem 
como dizer
como eu me sinto

Aquelas três palavras
são ditas demais
elas não parecem suficiente." 

OI, FELIPE!

Pra você é muito difícil falar de si mesmo e parece mais fácil falar da gente, falar dos seus sentimentos. Eu sou ao contrário. Não sei se você entende isso porque eu é que sou "boa com as palavras", eu que sou "a escritora"... E é difícil pra mim falar do que sinto por você ou em relação a gente. Todas as expectativas, planos, "medos" e felicidades. Eu penso demais e não falo muito. Fico antecipando o futuro, perdendo tempo. E até tento não pensar, porque agora nesse momento que importa, você é minha exceção e meu risco. Minha pessoa no mundo. 

E não sei se você entende essas e todas as minhas loucuras. Mas acho que você ainda vai entender, ou algo perto disso, porque você sempre tenta me compreender e me acolhe com todo o amor do mundo.

Eu te acho tão lindo, e não falo só da sua aparência, você é uma pessoa tão bonita. É bom e paciente. Generoso, compreensivo, fofo e atencioso. É inteligente, perspicaz e sensível. Uma "pessoa boazinha" que não vai me fazer mal. Mesmo quando a gente machuca um ao outro eu sei que jamais é de propósito, e sei que continuaremos cuidando um do outro. Você sempre cuida tão bem de mim. 

Sinto muita falta de todo o seu carinho, de poder segurar sua mão e falar com você. E perdão, por quando te vejo todo dia, frequentemente deixar os problemas do mundo que carrego nas costas atrapalhar. Há dias que são difíceis, e às vezes, eles vêm um atrás do outro e eu não aguento. Tenho quebrado muito facilmente, obrigada por ajudar a me segurar. 

Amo o som da tua voz, no telefone ou pessoalmente, principalmente quando você acha o jeito que te chamei fofo. Amo te fazer rir, sentir seu cheiro e poder te abraçar. Sentir sua mão na minha, e o teu carinho. Poder te mandar mil mensagens e falar de tudo. Amo receber as suas mensagens, e quando você se abre comigo, e compartilha suas coisas. Amo imensamente te fazer rir, te ver feliz e animado, porque foi bem na prova, porque qualquer coisa aconteceu. Amo o jeito que você solta o ar e sorri quando eu digo que te amo. 

Amo quando você me acorda com beijos quando durmo no ônibus. Quando se preocupa comigo, me leva chocolates, ou deixa eu ficar comendo o seu salgado, e a massa do seu cacho quente porque eu não posso comer salsichas.

Eu amo como você me ama de uma forma tão bonita. 

Obrigada por todo o seu companheirismo, carinho e amor sem julgamentos. Você é uma pessoa incrível e única no mundo, eu te amo e te guardo com todo o carinho.

Obrigada por ser o Neil da minha Amanda e a Amanda do meu Neil ahahha




Calena: Caco (apelido do Felipe) + Helena.
Segundo a Dani, madrinha do Luft e maior ship, Calena também significa ligação. Segundo o google, significa pura.

2 comentários:

  1. Eu amei esse texto!!
    Quando você me falou sobre ele eu fiquei bem com um pé atrás, tenho que confessar. Falar sobre sentimentos assim tão lindos em um blog onde qualquer um tem acesso desafia a minha parte pessimista que detesta as pessoas e sabe que a inveja pode vir.
    Estou tão orgulhosa e feliz por você que não existia de ruim dentro de mim enquanto eu lia, mas pensando agora talvez eu tivesse ficado com uma inveja branca. Sabe aquele sentimento de quando a gente lê um livro e nosso shipp fica junto e a gente fica muito muito feliz, mas uma hora ou outra você queria aquilo na nossa vida? É assim que eu me sinto.
    A forma como você colocou me fez imaginar cada cena e sorrir em cada paragrafo. Tudo tão lindo. A indiferença e a falta de coragem das pessoas de amar por terem sido tão machucadas é tão presente hoje em dia que a gente se infecta sem perceber, e de repente estamos ai com o mesmo medo de amar ou se deixar ser amado.
    Quando eu parar de acreditar no amor eu vou vir aqui reler esse texto, vou lembrar das nossas conversas e pensar em que as coisas mais bonitas das nossas vidas podem ser aquelas que a gente nem imaginava chegar (a nossa amizade é uma prova disso!).
    Eu desejo muita felicidades na vida de vocês. PORQUE MEU SHIPP NINGUÉM SAI!!
    obrigada por esse texto amiga, acho que é minha obrigação agradecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dani!
      Eu amei muito seu comentário, vou mandar um email uma mensagem sei lá, respondendo. Não parece que devo continuar a conversa aqui(?) ajhdjada
      E obrigada ♥

      Excluir